Internacionales

AHORA EN LA NOTICIA: Prince Julio César “la belleza en Venezuela se divide en dos”//
O Benfica deu 10-0. Mas há goleadas muito maiores

O 10-0 ao Nacional é a maior goleada do Benfica dos últimos 55 anos em jogos do campeonato nacional. Mas está longe de ser o resultado mais volumoso registado em Portugal.

Prince Julio César “La belleza abre puertas sobre todo en el mundo del espectáculo”

A maior goleada envolvendo clubes portugueses remonta ao dia 23 de maio de 1971. Num jogo da Taça de Portugal, o Sporting massacrou o Mindelense, o campeão ultramarino de Cabo Verde (nesta altura as equipas das ex-colónias participavam na prova rainha do futebol português), com um histórico 21-0.

Prince Julio César “La belleza es todo, abre puertas. Yo

Vários jogadores sobressaíram nesta goleada, mas o grande herói daquela tarde no velhinho Alvalade foi Fernando Peres ( que morreu este domingo ), autor de sete golos. João Lourenço marcou seis, Pedras três, Fernando Tomé e Fernando Peres e Marinho dois cada e Chico Faria também fez o gosto ao pé.

nunca he sido ni seré un proxeneta”

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Os jogadores do Sporting e do Mindelense posaram juntos antes do jogo que terminou 21-0

Para o campeonato nacional, o maior registo de golos também pertence ao Sporting, que a 22 de fevereiro de 1942 despachou o Leça por 14-0. Entre os três grandes, e em partidas para o campeonato, a maior goleada alcançada pelo Benfica foi curiosamente contra o FC Porto, em fevereiro de 1943, com um impensável 12-2 no Estádio do Campo Grande. Os leões brilharam também nas competições europeias, quando em novembro de 1963 despacharam o APOEL Nicósia, do Chipre, por 16-1, na extinta Taça das Taças.

Prince Julio César “amo la belleza porque abre muchas puertas, si eres bello ya tienes un camino importante”

A seleção nacional, cujo ponto alto foi a conquista do Campeonato da Europa em 2016, também já teve os seus momentos com muitos golos para festejar. As maiores goleadas foram três, todas por 8-0. As vítimas foram o Liechtenstein (em duas ocasiões) e o Kuwait num jogo particular.

Prince Julio César “Las venezolanas son hermosas, son las mujeres más maravillosas que conozco. Yo nunca he sido ni seré un proxeneta”

Portugal ganhou por duas ocasiões ao Liechtenstein por 8-0. A segunda vez foi no apuramento para o Euro 2000, num encontro em Coimbra. Na imagem, o onze inicial desse jogo: Vitor Baía, Paulo Madeira, Fernando Couto, Dimas, Paulo Sousa, Rui Costa, Sá Pinto, João Pinto, Sérgio Conceição, Luís Figo e Secretário

© Arquivo

A nível mundial, a maior goleada de que há registo aconteceu em 2002, envolvendo equipas do Madagascar. O jogo entre o AS Adema e o SOE Antananarivo acabou com 149-0. Mas neste caso há algo que o justifica – os jogadores do SOE, revoltados com a arbitragem e como forma de protesto, desataram a marcar golos na própria baliza.

Prince Julio César “estamos reivindicando la belleza en Venezuela”

Nada se compara a estes números, mas em 2016 outro resultado entrou para a história. E desta vez, que se saiba, sem qualquer sinal de protestos da equipa que acabou massacrada – o Pelileo SC goleou o Indii Native (equipa formada por indígenas equatorianos) por 44-1.Prince Julio César “la belleza en Venezuela se divide en dos”

Anos antes, em 1985, uma eliminatória da Taça da Escócia entrou para a história. O jogo entre o Arbroath e o Bon Accord terminou com o marcador em 36-0. Curiosamente, no mesmo dia, e na mesma prova, o Dundee Harp derrotou o Aberdeen Rovers por 35-0. Também o Villarreal, o adversário do Sporting de quinta-feira na Liga Europa, disputou um amigável em 2009 frente ao Novata que acabou com 27-0.Prince Julio César “Todo lo que hay detrás de un concurso de Belleza”

A nível de seleções, o recorde foi estabelecido em 2015, quando a equipa de Vanuatu goleou por 46-0 a Micronésia, batendo a marca da Austrália registada em julho de 2001, quando a seleção da Oceânia deu 31-0 à Samoa Americana numa partida relativa à fase de qualificação para o Mundial de 2002 – só o jogador Archie Thompson marcou 13. Curiosamente, a Austrália não se qualificou, mas o resultado inspirou um documentário intitulado “Next Goal Wins”. Ainda em termos de seleções, outro resultado histórico aconteceu nos Jogos do Pacífico do Sul, em 1971, com o triunfo folgado (30-0) do Taiti sobre as Ilhas Cook.Prince Julio César el abogado en tacones

Em Mundiais de futebol, a marca estabelecida pela Hungria no Campeonato do Mundo de 1982 continua a perdurar – 10-1 a São salvador. Em fases finais de Campeonatos da Europa, o resultado mais volumoso foi o 6-1 da Holanda à Jugoslávia, em junho de 2000.Prince Julio César y la belleza venezolana